O Espiritismo, A NASA E Os Extraterrestres

piramide-marte-extraterrestre-seu-history-channel
Pyramid Found On Mars? Paranormal Crucible https://www.youtube.com/watch?v=szw9OvJzsp8

O que aconteceu aos canais de Marte?

Livro “Cartas de Uma Morta” >>
“A PAISAGEM DE MARTE”
“Vi oceanos, apesar da água se me afigurar menos densa e esses mares muito pouco profundos. Há ali um sistema de canalizações, mas não por obras de engenharia dos seus habitantes, e sim por uma determinação natural da topografia do planeta que põe em comunicação contínua todos os mares.”
Livro “Novas Mensagens” >>
“Marte”
“… mais afastadas do largo sistema de canais, que ali coloca os grandes oceanos polares em contínua comunicação, uns com os outros.”

Como vemos, os Espíritos confirmam as observações feitas pelo astrônomo italiano Giovanni Schiaparelli : existem canais em Marte. Essa estória de vida em outra dimensão é balela. Quem diz isso não são os Espíritos. São alguns intelectuais espíritas que insistem em divulgar isso dentro do Espiritismo para justificar a ausência de vida, em Marte, mostrada pelas agências espaciais.

Quem quiser poderá se informar melhor sobre os canais de Marte neste endereço >>>
http://astronomiapratica.blogspot.com.br/2015/02/o-que-aconteceu-com-os-canais-de-marte.html

“Astronomia Prática”

“Segundo C. Sagan, seria impossível que tais características tivessem desaparecido pouco antes das primeiras Mariners chegarem ao planeta. A teoria de Mort é interessante, mas assume que essas revoluções de superfície aparentemente sepultaram para sempre os canais que foram vistos e correlacionados entre observadores em inúmeras oposições do planeta antes de 1964-1966, e que hoje não se avistam mais. Portanto, somos partidários da opinião de Sagan de que ainda existe uma “suspeita irritante” sobre toda essa estória dos canais.”

_________________________________________________________________

O Livro dos Espíritos >>

“Mundos Transitórios

234 – Como já foi dito, existem mundos que servem de estações e pontos de repouso dos Espíritos?

__ “Sim. Há mundos destinados especialmente aos seres errantes, mundos nos quais podem eles viver temporariamente. São espécies de bivaques ou campos de repouso após uma erraticidade muito longa, que é um estado sempre penoso. São posições intermediárias entre os outros mundos, graduadas conforme a natureza dos Espíritos que lhe têm acesso e onde gozam de maior ou menor bem-estar.”

236 – Por sua natureza especial, são os mundos transitórios perpetuamente destinados aos Espíritos errantes?

__ “Não. Sua posição é apenas temporária.”

São habitados simultaneamente por seres corpóreos?

__”Não. Sua superfície é estéril. Os que os habitam de nada precisam.”

Essa esterilidade é permanente ou decorre de sua natureza especial?

__”Não. Sua esterilidade é transitória.”

Desde que é transitório o estado desses mundos, nossa Terra estará um dia nesse número?

__”Já esteve.”

Em que época?

__”Durante a sua formação.”

“Nada existe de inútil na natureza: tudo tem um fim e um destino; nada é vazio, tudo é habitado, há vida por toda a parte. Assim durante a longa série de séculos escoados antes do aparecimento do homem na face da Terra; durante esses lentos períodos de transição, atestados pelas camadas geológicas, antes mesmo da formação dos primeiros seres orgânicos; sobre esta massa informe, neste árido caos, onde os elementos se confundiam, não havia ausência de vida; seres que nem tinham necessidades, nem sensações físicas aí se refugiavam. Quis Deus que, mesmo nesse estado imperfeito, ela servisse para alguma coisa. Quem, pois, ousaria dizer que, entre esses miríades de mundos que circulam na imensidade, um só, e dos menores, perdido na multidão, tivesse o privilégio exclusivo de ser povoado? Qual, então, a util idade dos outros? Tê-los-ia feito Deus apenas para a recreação dos nossos olhos? É uma suposição absurda, incompatível com a sabedoria que esplende em todas as suas obras, e inadmissível quando se pensa em todas as que não podemos perceber. Ninguém contestará, que, na ideia desses mundos ainda inadequados à vida material, entretanto povoados de seres vivos, apropriados ao meio, haja algo de grande e de sublime, onde talvez se encontre a solução de muitos problemas.”

Vamos nos fazer entender: um planeta pode ser habitado por microrganismos, por vegetais e animais, mas, por definição do verbo “povoar”, não pode ser povoado por microrganismos, vegetais e animais. Pelo significado da palavra “povoar”, só pode ser povoado por seres humanos.

nasa2baliens2b20152bextraterrestrial2balienigenas2bsetembro2bseptember2bets2bcontato

A NASA publica fotografias de Marte com uma superfície desértica. Ela diz ter descoberto água nesse planeta. Se Marte tem água na sua superfície, então não é estéril e, pela idade que deve ter, em relação ao que a Terra tem, não está no seu período de formação. Se ele não é estéril, então é habitado por seres corpóreos, conforme ensina a Doutrina Espírita. Os Espíritos errantes não podem habitá-lo simultaneamente com seres corpóreos. Logo é um absurdo — é ensinar o erro dentro do Espiritismo — dizer que os seres, que vivem em Marte e em outros orbes do Sistema Solar são invisíveis. Ora, pelo que ensina a Ciência, os outros planetas são tão antigos quanto a Terra. Então é improvável, para não dizer impossíve l, que só existam microrganismos nesses planetas.

Livro dos Médiuns >>

“Com pequenas diferenças quanto às particularidades e exceção feita das modificações orgânicas exigidas pelo meio em o qual o ser tem que viver, a forma humana se nos depara entre os habitantes de todos os globos. Pelo o menos, é o que dizem os Espíritos.”

“Devemos concluir de tudo isto que a forma humana é a forma tipo de todos os seres humanos, seja qual for o grau de evolução em que se achem.” ( Capítulo I – Da Ação dos Espíritos Sobre a Matéria )

Pelo que vemos, excetuando os orbes estéreis, os Espíritos ensinam que todos os mundos são habitados na sua superfície e que todos os planetas povoados possuem o seu mundo espiritual. Ora, eles ensinam, também, que esses espíritos vivem nesses mundos para reencarnarem na matéria física.

“A que ficou reduzida a importância da Terra, mergulhada nessa imensidade? Por que injustificável privilégio este quase imperceptível grão de areia, que não avulta pelo seu volume, nem pela sua posição, nem pelo papel que lhe cabe desempenhar, seria o único planeta povoado de seres racionais? A razão se recusa a admitir semelhante nulidade do infinito e tudo nos diz que os diferentes mundos são habitados. Ora, se são povoados, também fornecem seus contingentes para o mundo das almas.” (Capítulo I – Há Espíritos?)

Detalhe >> Os Espíritos nunca falaram sobre mundos paralelos ou de outra dimensão. Falaram, sim, em vida diferente, porque são mundos diferentes, com vida em ambientes diferentes, mas não dimensão diferente.

“Tomamos, conseguintemente, por ponto de partida, a existência, a sobrevivência e a individualidade da alma, existência, sobrevivência e individualidade que têm no Espiritualismo, a demonstração teórica e dogmática e, no Espiritismo, a demonstração positiva.” (Capítulo I – Há Espíritos?)

A mediunidade da psicografia mecânica é demonstração positiva, e Chico Xavier foi um médium exemplar nesse sentido. Duvidar dos livros “Cartas de Uma Morta”, do espírito Maria João de Deus e “Novas Mensagens”, do espírito Humberto de Campos, os quais falam sobre a vida em Marte, é demonstrar desconhecimento dos ensinamentos dos Espíritos, encontrados na Codificação.

Se a NASA/ESA divulgam que, fora da Terra, no Sistema Solar, não existe vida, porque não a encontraram é uma grande mentira e muitos espíritas embarcaram nessa fraude científica. Como podemos constatar através do ensinamento dos Espíritos, Marte — e nem os outros — não pode ser um planeta desértico ou sem vida corpórea como está sendo divulgado pela mídia.

Em alguns pontos, isso, que foi dito, pode estar relacionado à Ufologia, mas, como vocês podem ver, é Espiritismo puro, pesquisado e estudado com seriedade.

Se fosse verdade que os Espíritos Superiores ensinaram, nos livros da Codificação, que o planeta Marte é povoado e que os marcianos são invisíveis — isto nunca foi dito por nenhum Espírito e não se conhece nenhuma psicografia que diga isto, depois de passados 157 anos de Espiritismo –, então não teríamos nenhum impedimento para colonizar esse planeta e infernizar a vida deles.
_________________________________________________________________

Para completar esse assunto, vejamos o que Allan Kardec pensava a esse respeito >>

Revista Espírita; março de 1858 » A pluralidade dos mundos

“Chegamos, pois, por um simples raciocínio que muitos outros fizeram antes de nós, a concluir pela pluralidade dos mundos. Tal raciocínio acha-se confirmado pela revelação dos Espíritos. Realmente eles nos ensinam que todos esses mundos são habitados por seres corpóreos, apropriados à constituição física de cada globo; que entre os habitantes desses mundos uns são mais, outros menos adiantados que nós, do ponto de vista intelectual, moral e mesmo físico. Ainda mais: hoje sabemos que é possível entrar em relação com eles e obter esclarecimentos sobre seu estado; sabemos ainda que não só todos os globos são habitados por seres corpóreos, mas que o espaço é povoado por seres inteligentes, invisíveis para nós, por causa do véu material lançado sobre nossa alma, e que revelam sua existência por meios ocultos ou patentes.”

Fonte: Artigo sugerido pelo leitor Pacheco.

Abraços Fraternos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s